Zappiens main page.Página Inicial
Categorias
Registo
Login
Zappiens

Lendo Fernando Pessoa - Fernando Alvim

   
 
Incorporar
Autor: Fernando Alvim / FCCN
Submetido por: FCCN
Data: 2010-05-04
Descrição:

Fernando Alvim, Locutor de Rádio/Apresentador de Televisão, lê Fernando Pessoa para o Zappiens. Gravado e produzido no estúdio da FCCN.

Tenho um segredo que nem eu próprio conheço

Tenho um segredo que nem eu próprio conheço...
Data de almas minhas anteriores à actual...
Outras paisagens sugerem-se através das janelas
E a hora visível recua até ao fundo
Do meu ser e intercala-se
Uma ideia de mim entre compreender e olhar...

Tenho um segredo que o Tempo não inclui,
Nem a Vida, nem a sombra nos vales
Chamada sentir, nem os palmeirais do sonho,
Não - nem o teu gesto lento de enfado
Escrito ainda mole nas pregas da tua túnica
(Tudo com sombrias águas ao fundo).
Em torno ao meu sono falso ou profundo eu circulo
E a voz do encantador afastando-se de agir...

Murmúrio das águas...
Humidade das pedras...
Nitidez sem arestas dos rochedos...
O segredo disto tudo é outras eras...
O sentido para que tudo isto se inclina espelha-se no infinito...
E a vida que vivi em tudo isto, e que sofri e amei
Antes do Tempo, parece hoje visto assim ser meu de longe,
É a bailadeira ao canto esperando a vez de dançar
Árabe e com a luz da porta oblíqua sobre os ombros.

Fernando Pessoa, Tenho um segredo que nem eu próprio conheço, in Poesia do Eu, Assírio & Alvim, ed. Richard Zenith, 2006


Movem nossos braços outros braços que os nossos

Movem nossos braços outros braços que os nossos,
Falam na nossa boca lábios que não nos pertencem.
Não somos agentes; nós somos acções - os destroços
De gestos apenas metade neste mundo em que a vida
Passa como um cortejo em que os olhos de Deus pensem
E entre ele e o cortejo pensado há quem age esta lida.

Somos cartas mandadas de espírito para espírito na treva.
Quebrada a ponte, nós somos a ponte, e isso é falso...
Farrapos das intenções dos anjos que a treva leva
E ao alto de cada alma nossa ergue-se um cadafalso...

Tudo isto se passa entre Deus e o ser que não temos
E ao intervalo chora o som da ida nos remos.

Fernando Pessoa, Movem nossos braços outros braços que os nossos, in Poesia do Eu, Assírio & Alvim, ed. Richard Zenith, 2006

Especiais agradecimentos a Fernando Alvim.  

Licença Creative Commons:
Palavras-Chave:
Visualizações: 6689
Conteúdos na mesma categoria Ver todos
Pesquisa no Zappiens
Como publicar conteúdos no Zappiens
Licenças Creative Commons

ZappStream disponível em código-aberto

O ZappStream é um servidor de vídeos que permite uma gestão eficiente da largura de banda e acesso directo a qualquer parte de um vídeo durante a sua transmissão.

O código do ZappStream é agora disponibilizado para que possa ser utilizado e melhorado no âmbito de outras iniciativas.